Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Jornalistas da ‘Veja’ são detidos e liberados depois

Vera Magalhães

Dois jornalistas da revista Veja, o repórter Hugo Marques e o fotógrafo Cristiano Mariz, foram detidos pela Polícia Militar da Bahia em Pojuca, litoral norte baiano, mas liberados depois de interrogatório na delegacia local.

Os dois estavam na cidade apurando as circunstâncias da morte do miliciano Adriano da Nóbrega, assassinado pela PM no último domingo, durante abordagem para tentativa de prisão.

Em nota oficial, a polícia baiana disse que os jornalistas foram detidos depois de uma denúncia anônima segundo a qual dois homens estavam rondando a região em um automóvel Gol com placa de Belo Horizonte. “Após se identificarem como jornalistas, foram liberados. Nenhum equipamento foi danificado, alterado ou ficou apreendido”, afirmou.

Na edição desta semana, a Veja publica fotos e detalhes da autópsia de Adriano. A reportagem sustenta que as fotos aumentam a possibilidade de que a morte do ex-policial tenha sido queima de arquivo.