Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Juiz intima Bolsonaro a depor sobre facada

Equipe BR Político

O presidente Jair Bolsonaro vai precisar prestar depoimento sobre a facada que recebeu na barriga durante a campanha eleitoral de 2018. O juiz da 3ª Vara Federal, Bruno Savino, intimou Bolsonaro a depor na ação penal contra Adélio Bispo de Oliveira, o autor da facada, preso desde setembro. “Em respeito à relevância e à dignidade do cargo ocupado pela vítima – o Excelentíssimo Presidente da República Jair Messias Bolsonaro – faculto-lhe a tomada de seu depoimento por escrito, por aplicação analógica da norma contida no art. 221, §1°, do CPP”, afirma. O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou que o presidente está disposto a cooperar no processo, mas disse não ter informação se o presidente já foi notificado.

Por parte do Ministério Público Federal, já houve envio de perguntas a serem respondidas pelo presidente, conforme informou o procurador da República em Juiz de Fora, Marcelo Medina. Foram enviados cinco pontos. Quando ocorreu a decisão de viajar para ato de campanha em Juiz de Fora; quando a viagem foi divulgada; se Bolsonaro percebeu a aproximação de Adélio antes da facada; se encontrou condições de se defender; e sobre como tem sido a recuperação. As perguntas precisam ser respondidas, ou a data para seu depoimento precisa ser marcada por Bolsonaro antes do próximo dia 10, segunda-feira, às 14h, para quando está marcada a audiência de instrução do processo. O depoimento deverá ser tomado, ou as respostas fornecidas, portanto, até sexta-feira, 7, segundo o Blog do Fausto.