Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Juízes evangélicos a favor da portaria 666

Equipe BR Político

Na “onda evangélica” do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, compartilhou em sua conta no Twitter uma nota da Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure) favorável à Portaria 666, que veda o ingresso no País de estrangeiros suspeitos de envolvimento em crimes específicos. Moro afirmou que a nota dos evangélicos é “uma voz de lucidez no debate do tema”. No texto, a Anjure defendeu a “constitucionalidade e legalidade” da portaria.

De acordo com o ministro, “a Portaria nada mais fez do que regular exceções previstas na Lei e que já deveriam ter sido regradas antes, como a proibição da invocação de refúgio por aquele considerado perigoso para a segurança do País”. Ele comentou, em seu Twitter, que “só mesmo no Brasil para outros defenderem que pessoas suspeitas de, por exemplo, envolvimento em terrorismo, em grupos terroristas ou em exploração sexual infantil não devam ser barrados na entrada e deportados sumariamente”.