Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Julgamento do STF vira pretexto para discurso golpista

Equipe BR Político

O julgamento da constitucionalidade da prisão após condenação em segunda instância, marcado para esta quinta-feira pelo Supremo Tribunal Federal, virou pretexto para Olavo de Carvalho e seus seguidores nas redes sociais passarem a flertar abertamente com teses golpistas como a ideia de reedição do AI-5, o fechamento do Supremo e do Congresso e uma suposta união entre presidente, povo e Forças Armadas para apoiar Jair Bolsonaro.

A estridência coincide com a revelação, pela revista Crusoé, de um esquema com base no Palácio do Planalto para, usando blogs e youtubers aliados, destruir reputações de adversários e até de ministros. Diante de requerimentos para convocação do assessor especial da Presidência Filipe Martins, citado na reportagem, pela CPMI das Fake News, ele, que é discípulo do ideólogo e do marqueteiro norte-americano Steve Bannon convocou, via Twitter: “Vamos pro pau!”.

Em seguida, Olavo e representantes dos chamados “blogueiros de crachá” começaram a publicar os posts que pregam abertamente teses golpistas. “Só uma coisa pode salvar o Brasil: a união indissolúvel de povo, presidente e Forças Armadas”, escreveu Olavo. Allan dos Santos, do site Terça Livre, disse que não é Bolsonaro que quer um novo AI-5, e sim o povo, “e ai de Bolsonaro caso tente parar o povo”. “Não há um brasileiro que aceitará caso a decisão do STF seja soltar criminosos em massa”, escreveu em seu perfil no Twitter.