Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Justiça manda Bolsonaro suspender campanha contra isolamento

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A pedido do Ministério Público Federal do Rio de Janeiro, a Justiça estadual ordenou neste sábado, 28, que a União suspenda a campanha ‘O Brasil Não Pode Parar’, que prega o fim do isolamento social e a reabertura do comércio. A decisão manda o Planalto não veicular por rádio, televisão, jornais, revistas, sites ou qualquer outro meio físico ou digital as peças publicitárias da campanha ou qualquer outra mensagem que sugira à população “comportamentos que não estejam estritamente embasados em diretrizes técnicas, emitidas pelo Ministério da Saúde, com fundamento em documentos públicos, de entidades científicas de notório conhecimento no campo da epidemiologia e da saúde pública”. Na quinta, 26, um vídeo da campanha “em fase experimental“, segundo a Secom, foi divulgado em rede social do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente.

A resposta da Advocacia-Geral da União é a seguinte: “A Advocacia-Geral da União aguarda ser intimada da decisão acerca da veiculação de publicidade denominada “O Brasil não pode parar” e solicitará subsídios dos órgãos envolvidos. A AGU irá apresentar em juízo todos os esclarecimentos necessários à elucidação da questão. Cabe acrescentar que a AGU integra o Centro de Operações do Comitê de Crise da Covid-19 no intuito de conferir segurança jurídica aos atos que se façam necessários para resguardar a sociedade dos efeitos do novo coronavírus”.