Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Justiça nega liberdade a Duque

Equipe BR Político

A Justiça do Paraná negou o pedido de liberdade feito pela defesa de Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobrás, preso desde março de 2015. Ele possui prisão preventiva decretada em duas ações penais, por isso não foi beneficiado pela recente decisão do STF de que é inconstitucional a prisão já em segunda instância.

A defesa de Duque sustentou que “a execução antecipada da pena supera a existência de qualquer prisão preventiva”, posto que “a situação meritório supera a situação cautelar”.

O MPF se posicionou contrário à liberdade de Duque. Para a Procuradoria, a medida cautelar contra ele foi confirmada tanto pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região quanto pelo STF.

Duque já acumula 123 anos de pena em cinco ações penais da Lava Jato. A prisão preventiva que agora o impede de ir para casa se deu na décima fase da força-tarefa, em 2015, batizada de “Que País É Esse?”, segundo o Blog do Fausto.

Tudo o que sabemos sobre:

Renato DuqueLava JatoPetrobrasJustiça