Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Kátia Abreu sofrerá punição por voto pró-reforma?

Cassia Miranda

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) foi a única dentre os quatro parlamentares da sigla a votar a favor da reforma da Previdência no Senado. A postura da congressista remete à votação da reforma na Câmara, quando oito deputados foram acusados de infidelidade no partido por votarem com o governo e contra a orientação da sigla. O PDT ainda avalia internamente a questão. Como você leu no BRP, a resolução por completo do caso não está prevista para ocorrer em outubro.

Senadora Kátia Abreu (PDT-TO) em pronunciamento, à bancada

Senadora Kátia Abreu (PDT-TO) em pronunciamento, à bancada. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Além do histórico recente da sigla de retaliar os infiéis, o voto de Kátia ganha relevos de contradição pelo fato de no ano passado a senadora ter concorrido à Presidência como vice de Ciro Gomes (PDT-CE), uma das vozes que mais alto grita contra proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo ao Congresso. Resta saber como o partido vai proceder em relação à senadora.  Vai jogá-la aos leões como fez com a deputada Tabata do Amaral (PDT-SP) e seus colegas?