Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

‘Lagostas são para servir convidados’, justifica Kassio

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Um dos principais temas polêmicos da trajetória profissional do desembargador Kassio Marques para seus detratores é a liberação de uma licitação do Supremo Tribunal Federal (STF) para compra de lagostas em maio do ano passado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Questionado nesta quarta, 21, em  sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado para a vaga de ministro do STF, o magistrado declarou que esse tipo de contratação serve para “bem receber convidados” e que não abrange as refeições diárias dos ministros.

Kassio Marques durante sabatina na CCJ do Senado. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

“Essa licitação não é para o almoço dos ministros, não é para o lanche dos ministros”, disse Nunes. “Essa licitação é feita como existe em todas as instituições brasileiras, no Exército Brasileiro, não posso dizer porque eu não conheço se o Senado Federal também dispõe, para também bem receber convidados ilustres. Foi o que o Supremo fez. Ela foi inspirada em uma licitação do Ministério das Relações Exteriores.”

Tudo o que sabemos sobre:

lagostaSTFKassio Marquessabatinasenado