Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Laranjal feminino na mira

Equipe BR Político

O TSE vai investigar o uso de candidatas como laranjas pelos partidos, apenas para cumprir a cota obrigatória de 30% para mulheres. A informação é da Coluna do Estadão, que também mostra a pressão sobre o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), para que a Casa vote uma regra de transição para adiar a obrigatoriedade de as mulheres também receberem 30% dos recursos do fundo eleitoral.