Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Lava Jato faz operação contra desvios na Transpetro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal realiza na manhã desta quarta-feira, 19, a Operação Navegar é Preciso, 72ª fase da Lava Jato. A ação mira suposta fraude em licitação da Transpetro, subsidiária da Petrobrás responsável pelo transporte de combustível e pela importação e exportação de petróleo e derivados, para compra e venda de navios. O Ministério Público Federal também participa da operação.

Foto: Fabio Motta/Estadão

Os agentes cumprem seis mandados de busca e apreensão em Alagoas, São Paulo, Niterói e Rio de Janeiro e dois de prisão na capital paulista, todos expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba.

Segundo as investigações, um estaleiro contratado por R$ 857 milhões para fornecer os navios pagou propina a um executivo da estatal, que não teve o nome divulgado. O prejuízo com a contratação, classificado pela PF como “assombroso”, é estimado em cerca de R$ 611 milhões.

Em janeiro do ano passado, a 59ª fase da Lava Jato, denominada Quinto Ano, também mirou supostos pagamentos de propinas a executivos da Transpetro, em contratos firmados entre 2008 e 2014, que somavam R$ 682 milhões.