Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Lideranças latinas propõem ‘um roteiro para enfrentar a covid-19’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em carta aberta publicada pelo site da Americas Quarterly, ex-presidentes, ministros da economia e líderes de bancos centrais latino-americanos traçam um roteiro sobre como lidar com a pandemia do novo coronavírus. “Suprimir a epidemia para minimizar a mortalidade deve ser a prioridade”, afirmam. Entre os signatários está o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Os líderes pedem atenção para o que a pandemia pode representar para a América Latina e o Caribe: “um dos episódios mais trágicos da história”.

“A América Latina deve se concentrar em atualizar nossos sistemas de saúde, canalizar recursos para hospitais, adaptar temporariamente a infraestrutura ociosa, como hotéis e centros de convenções, e aumentar drasticamente a capacidade de teste”, diz o texto. As autoridades sugerem uma série de políticas públicas para o enfrentamento da crise pelos governos. Entre elas, apoio financeiro aos mais pobres e capital para as empresas de pequeno e médio porte. “O estímulo fiscal também será necessário durante a fase de recuperação. Os governos precisarão estimular o emprego e a atividade econômica sem exacerbar os riscos relacionados à saúde. As políticas diferirão entre os países, mas provavelmente serão necessários recursos fiscais extraordinários para impulsionar a recuperação”, cita.

O texto aponta que o enfretamento da pandemia é uma oportunidade para o fortaçecimento da democracia nos países latinos e caribenhos. “O desafio colocado por esta pandemia não tem paralelo na história recente. O mundo e a região da América Latina e do Caribe não podem permitir respostas atrasadas ou inadequadas”.