Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Lira: ‘Janot é, no mínimo, um assassino de reputações’

Marcelo de Moraes

O líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), não poupou de críticas o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot pelas declarações dadas ontem ao Estadão, nas quais afirmou que chegou a ir armado ao Supremo para assassinar o ministro Gilmar Mendes e se suicidar depois. Na sua conta do Twitter, Lira, um dos principais líderes do Centrão, chama Janot de “desqualificado”.

“Rodrigo Janot é, no mínimo, um assassino de reputações. Só num país como está o Brasil, um desqualificado como este ainda lançará um livro. A declaração de uma possível intenção de matar um ministro do STF só revela o seu caráter”, escreveu o deputado.

Tudo o que sabemos sobre:

Arhur LiraRodrigo Janot