Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Agora livre do governo, Cintra defende a CPMF

Gustavo Zucchi

O agora ex-secretário da Receita Marcos Cintra, agora livre das “amarras” do governo, aproveitou para defender a CPMF em sua conta no Twitter.

O ex-secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, em seu gabinete no Ministério da Economia

O ex-secretário da Receita Federal, Marcos Cintra. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Ele listou exemplos de países que utilizam um imposto sobre movimentações financeiras com sucesso. “A Hungria teve autorização do Banco Central Europeu e introduziu o imposto em 2014. Na Argentina é usado há 20 anos com alíquota de 1,2% com excelentes resultados”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Marcos Cintrareceita federalCPMF