Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Livro de Janot vira argumento para defesas

Equipe BR Político

Se a autobiografia lançada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot vai se tornar um best-seller ainda é cedo para dizer. O que já é certo é que em uma semana depois de ser lançado, as defesas dos irmãos Batista e do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) já afirmam que vão usar o livro a favor de seus clientes.

No caso de Joesley e Wesley Batista, o trecho no qual o ex-procurador descreve em detalhes a negociação da publicação de notícia sobre o acordo com O Globo será reproduzido pelos advogados para rebater as acusações de que os irmãos manipularam o mercado financeiro para lucrar com a divulgação de sua delação.

A defesa de Aécio também pretende explorar trechos da obra que tratam da delação da JBS. Eles veem no material um caminho para sustentar que Janot manipulou a escolha do juiz da causa entregando ao relator da Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, uma cópia dos grampos de Joesley antes mesmo da assinatura de um acordo e de o STF definir quem relataria cada caso, segundo o Painel da Folha.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo JanotLivrodefesaLava Jato