Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Macris repassou R$ 266 mil a posto do qual é sócio

Equipe BR Político

O presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB), repassou R$ 266 mil de sua campanha a deputado estadual em 2018 para o posto de gasolina do qual é sócio, em Limeira, no interior paulista. Ao todo, o tucano recebeu R$ 751,3 mil na eleição. A prestação de contas do tucano no TSE mostra que 235 cheques emitidos pela campanha foram compensados pelo posto de gasolina de Cauê. Especialistas em direito eleitoral disseram que a prática é “ilegal” e dá margem para uma investigação criminal sobre possível desvio de recursos da campanha.

Apesar de o valor recebido ser o maior gasto da campanha do tucano, a empresa não aparece na relação de fornecedores declarada ao TSE. Cauê afirmou por meio de nota enviada ao Estadão que usou a própria empresa para “facilitar o pagamento dos cabos eleitorais” que trabalharam na campanha no interior e ressaltou que a prestação de contas foi aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Tudo o que sabemos sobre:

Cauê Macrisposto de gasolinasócio