Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia diz que Câmara deve retomar discussão de tributária nesta semana

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta terça-feira, 7, que a Câmara pretende retomar a discussão da reforma tributária, com o texto da PEC 45, ainda nesta semana, e voltou a cobrar o envio da proposta do governo, prometido novamente pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, na última semana. 

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Maryanna Oliveira/Agência Câmara

“O governo não apresentou nenhuma proposta até o momento para o pós-pandemia. Até a cabotagem, a equipe econômica fala, mas não mandou ainda para o Congresso Nacional. Não mandou a reforma tributária”, disse Maia em live da Genial Investimentos. “Fica insistindo na CPMF, então que mande a CPMF, eu acho que vai ser derrotada, só estou tentando dizer ao governo que não tem voto para retomar a discussão da criação de novos impostos no Brasil, muito menos esse”, completou. Em entrevistas e lives no fim da semana passada, Guedes voltou a falar na criação de um novo imposto para transações digitais, apesar da alta rejeição da proposta. Como você leu no BRP, após a ressurgência da ideia no discurso de Guedes, Maia avisou que enquanto for presidente da Câmara, a Casa não tratará de uma nova CPMF.

Maia reforçou que acredita não haver espaço para a criação de novos impostos e o que deve ser discutido na reforma é a qualidade dos tributos. De acordo com ele, as eleições devem ajudar na aprovação da PEC, “porque pela primeira vez tem um ambiente em que quase todos os entes federados estão a favor da reforma”, disse. 

Privatizações

Apesar do otimismo do ministro da Economia, que disse ter a esperança de realizar “quatro privatizações em 90 dias”, Maia afirmou que o adiamento das eleições tornam ainda mais difíceis que ocorram privatizações em 2020. “Como você faz uma privatização da Eletrobrás para os deputados de Minas Gerais, Pernambuco, outros Estados? O Senado tem uma posição transparente contra a privatização da Eletrobrás no modelo que foi apresentada. Eu não vejo outra privatização apresentada pelo governo.” Também afirmou que não vê intenção do governo encaminhar a privatização dos Correios. “Não acho que essa é uma agenda do Palácio do Planalto”, emendou.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaReforma tributária