Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia afirma ser ‘voto contra’ CPMF ‘repaginada’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou a ideia do governo Jair Bolsonaro de criar um imposto sobre transações eletrônicas como uma “CPMF repaginada”. Em seminário organizado pela Folha, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Sesi/Senai, o parlamentar disse estar “otimista” com o calendário de tramitação da reforma tributária na Câmara.

O presidente da Câmara , Rodrigo Maia, em coletiva nesta terça

O presidente da Câmara , Rodrigo Maia, em coletiva nesta terça Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Ele se posicionou, no entanto,”radicalmente contra” a ideia de aumentar ou criar novos impostos. “Minha crítica não é nem se é CPMF, microimposto digital ou algum nome inglês que vão inventar para ficar bonito”, comentou Maia. “Minha crítica é: nós vamos criar mais um imposto para a sociedade pagar?”

Diferentemente do que para o andamento da tributária na Casa, Maia disse que não há clima no plenário da Câmara para aprovar tributo nesses moldes. “Minha opinião é que não passa. Eu sou um voto. E em PEC eu voto, e eu voto contra”, disse, nesta quinta-feira, 30.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaCPMFReforma tributáriacâmara