Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia agora quer subsídio ao gás de cozinha

Vera Magalhães

Uma das alegadas razões para Rodrigo Maia manter uma pré-candidatura à Presidência que não passa de 2% nas pesquisas era o fato de que seria um interlocutor do mercado no Legislativo, representante de uma pauta voltada à livre iniciativa, à desburacratização da economia, à redução do Estado etc.

Eis que a greve dos caminhoneiros fez aflorar o Maia defensor do Estado-mãe. Depois de defender zerar –com um erro grosseiro do cálculo do impacto nas contas– o PIS/Cofins do diesel, agora o presidente da Câmara quer subsídio ao gás de cozinha, segundo reportagem do Estadão. / V.M.