Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia aguarda proposta sobre redução no auxílio-emergencial

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ainda colhendo os louros pela manutenção do veto presidencial que congelou salários de servidores públicos, reconheceu na noite desta sexta-feira, 21, que aguarda uma nova proposta do governo sobre o auxílio-emergencial. Jair Bolsonaro disse que o benefício será mantido até o fim do ano, mas com um valor menor do que os atuais R$ 600. “O valor atual é muito pesado para se tornar permanente”, disse Maia. “Temos de aguardar posição do governo para que façam proposta”, completou o democrata.