por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Caminhamos para o colapso fiscal’

Equipe BR Político

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o problema do Brasil não está na PEC do teto de gastos, mas nas despesas obrigatórias, que representam quase 95% do dispêndio primário do Poder Executivo. “Nos últimos 30 anos, o Estado no país foi capturado por corporações públicas e privadas”, disse. “Caminhamos para o colapso fiscal e se nada for feito, podemos chegar ao colapso social.”

De acordo com Maia, o parlamento precisa pensar saídas para o Estado brasileiro e para viabilizar o crescimento nacional, dado que o “Brasil está em um encilhamento fiscal e social” e é preciso encontrar soluções à esta situação. Maia destacou a necessidade da reforma da Previdência para diminuir despesas do setor , mas foi realista: “Com a aprovação da reforma, não haverá uma recuperação tão rápida da economia como gostaríamos”, destacou. Ele também defendeu que a iniciativa privada tenha mais espaço País. “A solução para o Brasil não é mais Estado, mas sim, mais setor privado”, disse em evento realizado pelo Lide em Nova York, de acordo com o Broadcast Político.