Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia cancela agenda no dia seguinte a ato contra Congresso

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, cancelou toda sua agenda desta segunda-feira, 20. Ele havia confirmado participação em duas lives, às 11h, com o Banco Safra, e às 17h, com o jornal Folha de S. Paulo. A assessoria do deputado informou o cancelamento dos compromissos, mas não disse o motivo. O cancelamento ocorre no dia seguinte à participação do presidente Jair Bolsonaro em um ato com manifestantes que atacaram o Congresso e pediram intervenção militar.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Na noite do domingo, Maia repudiou o ato nas redes sociais sem citar diretamente a manifestação ou Bolsonaro. “O mundo inteiro está unido contra o coronavírus. No Brasil, temos de lutar contra o corona e o vírus do autoritarismo. É mais trabalhoso, mas venceremos. Em nome da Câmara dos Deputados, repudio todo e qualquer ato que defenda a ditadura, atentando contra a Constituição”, escreveu.

Segundo interlocutores, os acontecimentos do domingo geraram forte preocupação em relação à defesa da democracia e a gestão da crise da covid-19 e Maia e demais líderes do Congresso, como o presidente do Senado Davi Alcolumbre, tiveram conversas sobre a situação, informa o Estadão/Broadcast. A possibilidade de impeachment de Bolsonaro, no entanto, estaria fora da mesa. Na manhã desta segunda, o líder do DEM, partido dos dois presidentes das casas legislativas, na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), rechaçou a possibilidade de impeachment em live organizada pela Necton Investimentos.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Maiaagendacâmara