Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia convoca reunião para criar agenda ambiental na Câmara

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) convocou uma reunião com parlamentares nesta terça-feira, 28, para criar um grupo de trabalho para definir uma agenda ambiental no Parlamento. A convocação ocorre depois do encontro de Maia com representantes do setores empresarial e financeiro que pediram uma resposta ao presidente da Câmara ao aumento do desmatamento no Brasil que, aliado à fraca resposta do governo, já impacta os setores pelo desgaste internacional. A reunião está prevista para a partir das 16 horas na residência oficial do presidente da Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O encontro por videoconferência com empresários do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento (Cebds) contou com a presença de representantes dos bancos Itaú e Santander, que, na semana passada, estiveram com o vice-presidente Hamilton Mourão, que preside o Conselho da Amazônia, para tratar do mesmo assunto. Os empresários ainda devem se reunir nas próximas semanas com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli e com o procurador-geral da República, Augusto Aras.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP) esteve na reunião com os empresários pela manhã e integrará o esforço com parlamentares na tarde de hoje. Nas redes sociais, a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, fez sugestões ao presidente da Câmara e relembrou uma carta enviada por ex-ministros do meio ambiente no ano passado.

“Referências não faltam para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, implementar uma agenda ambiental estratégica. Como ponto de partida, poderia revisitar a carta que recebeu dos ex-ministros do meio ambiente no ano passado”, escreveu Marina.