Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia defende tributária e manda indireta para MBL

Equipe BR Político

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), usou o Twitter nesta segunda-feira, 17, para defender a reforma tributária. O parlamentar disse que o Brasil vive “um momento único para aprovar no Congresso as reformas que o País tanto precisa” e lamentou que “justo agora que a gente coloca a reforma tributária na mesa de discussão, alguns grupos usam fake news para confundir a sociedade”.

Maia defende a proposta de reforma do economista Bernad Appy, que unifica impostos e amplia a alíquota sobre o setor de serviços. Por isso, tanto Maia quanto a proposta de Appy vêm recebendo críticas do MBL, que se aliou a empresários do setor de serviços.

“O Parlamento está sempre aberto para ouvir e realizar um debate baseado em fatos. Não vai ser na base da mentira, da chantagem e da agressão que vamos ceder e deixar de fazer o que é correto pelo Brasil”, escreveu Maia.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia Foto: Dida Sampaio/Estadão

Pelas redes sociais, o MBL tem argumentado que a união de PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS em um único imposto significará “um aumento de 300% a 500% sobre serviços de transporte, saúde e educação”.

Os comentários de Maia foram seguidos de um vídeo sobre a reforma tributária feitos para a série “Brasil em movimento”, patrocinado por parlamentares de Centro, incluindo o próprio deputado.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaMBLReforma tributária