Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia diz que dossiê contra servidores não está caindo bem

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta quarta-feira, 5, que o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, preste explicações ao Congresso sobre o dossiê produzido pela pasta contra servidores públicos classificados como “antifascistas”. “Se André Mendonça explicar, não terá sua imagem distorcida”, avaliou.

O presidente Câmara, Rodrigo Maia

O presidente Câmara, Rodrigo Maia Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Em entrevista ao portal Banda B, Maia disse que essa é uma questão que “não está caindo bem” para o ministro. Mendonça deve ir ao Congresso na próxima sexta-feira, 7, para dar explicações sobre o caso. A primeira data para o ministro se explicar estava prevista para ontem, contudo, a reunião foi cancelada após técnicos da pasta informarem que o assunto não poderia ser tratado de forma pública.

Também ontem, a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia deu o prazo de dois dias para que Mendonça explique a produção do dossiê à Corte.