Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Maia diz que não se deve deixar ‘espaço aberto’ para STF decidir sobre vacina

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o Executivo e o Legislativo não devem deixar um “espaço aberto” em relação às polêmicas sobre a vacina contra o coronavírus, como a compra pelo governo de doses da Coronavac e obrigatoriedade de vacinação. Maia disse não achar que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o tema seja o ideal.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“O Poder Executivo e o Legislativo precisam encontrar um caminho. Não devemos deixar um espaço aberto, esse vácuo para que mais uma vez o Supremo decida e tanto o Executivo, quanto o Legislativo fiquem reclamando de algum ativismo do Poder Judiciário”, disse nesta terça-feira, 27.

Maia afirmou que tem conversado com o presidente Jair Bolsonaro, que tem se oposto à obrigatoriedade da vacinação, para que discuta com parlamentares uma solução. “A questão da obrigatoriedade ou não pode ser debatida”, disse. “Acho que é o ambiente correto, o governo, somado à casa da população e à casa da federação seria melhor que o Supremo encaminhar uma decisão, que se nada for feito vai mais uma vez decidir no lugar do Executivo e do Legislativo”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiavacinaSTF