Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia diz que não vai esperar governo para votar adiamento do Enem

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A paciência do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), à espera de uma decisão do governo sobre o adiamento do Enem parece se esgotar. Alguns dias depois de apelar ao presidente Jair Bolsonaro pelo pleito, o deputado afirmou nesta terça-feira, 19, que não aguardará mais o governo para aprovar a proposta de adiamento do Enem na Câmara. Em coletiva, Maia afirmou que espera que o governo tome uma decisão pelo adiamento da data do exame ainda hoje, mas se não houver uma decisão, pautará o projeto de lei do Senado que prevê o adiamento da prova por conta da pandemia em 2020. A proposta da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) está pautada para votação ainda hoje na Casa.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, nesta terça Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

“Na quinta-feira conversei com o presidente da República pedindo que ele pudesse avaliar e decidir pelo adiamento, porque o ambiente nas duas Casas é pela aprovação do decreto legislativo. Melhor que pudesse vir do presidente uma decisão antes que o Senado e a Câmara tomassem a decisão de votar para não parecer que era uma coisa contra o governo. Na verdade essa demanda vem de todo o Brasil”, afirmou Maia. “Se o governo não decidir na tramitação do projeto entre o Senado e a Câmara eu vou votar. Vou apensar os PLs de deputados, votar tudo junto e promulgar a decisão do Congresso Nacional. Espero que o governo possa decidir antes da votação da Câmara e do Senado”, reforçou.