Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia e Onyx em pé de guerra

Vera Magalhães

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vinha dizendo nos últimos tempos que não havia atritos entre ele e o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, de seu partido. Mas as recentes desavenças entre o presidente da Câmara e o governo explicitaram que a relação entre os dois está num dos piores momentos. Pela primeira vez, na entrevista que concedeu ao Globo, Maia disse em on o que sempre se queixou nos bastidores: de que Onyx trabalhou contra sua reeleição. “Não. Apenas acho que precisamos deixar as coisas claras. O governo trabalhou contra a minha eleição, através do seu ministro da Casa Civil, até dois dias antes da votação. Tentaram primeiro viabilizar o senador Davi Alcolumbre para me inviabilizar. Depois, tentaram fortalecer um candidato no meu campo. No final, tentaram fortalecer o candidato com mais chances que sobrou”.

Nos últimos dias, ele recusou convite do ministro para almoçar e, num telefonema ríspido relatado ao BR18 por deputados que acompanharam, Maia sugeriu a Onyx um destino nada republicano para os cargos do governo. E desligou o telefone. / V.M.