Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Espero que a PF tenha tirado o porte do Janot’

Gustavo Zucchi

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), utilizou a mais recente barbaridade da República (a revelação de que o ex-PGR Rodrigo Janot planejou matar o ministro do STF Gilmar Mendes) para criticar a falta de segurança jurídica no Brasil. Nesta sexta-feira, 27, em um evento sobre o programa de concessões e privatizações, Maia questionou sobre quem “gostaria de investir em um país” onde o procurador-geral planejou matar um ministro do Supremo. “Espero que a Polícia Federal tenha tirado o porte de arma dele”, afirmou.