Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Espero que o presidente não tenha decretado calamidade por nada’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, voltou a criticar Jair Bolsonaro por sinalizar que a quarentena que atinge boa parte do Brasil deve acabar. Para Maia, não faz sentido o presidente da República ter pedido para o Congresso aprovar um decreto de calamidade publica se, menos de uma semana depois de aprovado, Bolsonaro quer que tudo volte à normalidade. “Espero que ele não tenha decretado calamidade pública a troco de nada”, disse Maia.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

O democrata também criticou o governo por não ter resolvido ainda políticas importantes em meio a crise. “Se tivéssemos resolvido a questão do isolamento, da renda mínima, hoje teríamos previsibilidade”, explicou. O presidente da Câmara, entretanto, defendeu que apesar de não concordar com o posicionamento de Bolsonaro, que não vê motivos para a abertura de um processo de impeachment.