Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Esse grupo confunde fazer política com tocar o terror’

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou fortemente as agressões feitas por apoiadores de Jair Bolsonaro aos jornalistas do Estadão ocorridas hoje durante manifestações contra o Supremo Tribunal Federal. Maia também lembrou da agressão sofrida no dia anterior por enfermeiras de Brasília que foram xingadas por três apoiadores de Bolsonaro.

“Ontem enfermeiras ameaçadas. Hoje jornalistas agredidos. Amanhã qualquer um que se opõe à visão de mundo deles. Cabe às instituições democráticas impor a ordem legal a esse grupo que confunde fazer política com tocar o terror”, escreveu Maia no seu Twitter.

“Minha solidariedade aos jornalistas e profissionais de saúde agredidos. Que a Justiça seja célere para punir esses criminosos”, disse.

“No Brasil, infelizmente, lutamos contra o coronavírus e o vírus do extremismo, cujo pior efeito é ignorar a ciência e negar a realidade. O caminho será mais duro, mas a democracia e os brasileiros que querem paz vencerão”, afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Maiaataque à imprensa