Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Estou muito confiante no Parlamento, mesmo com toda a crise política’

Marcelo de Moraes

Depois de manter um período de silêncio, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, voltou a defender a aprovação das reformas e falou de sua confiança no trabalho do Congresso. Maia, que está em missão oficial na Espanha, vinha evitando maiores comentários depois que o presidente Jair Bolsonaro divulgou pelo próprio WhatsApp mensagens com vídeos sobre a manifestação que será feita em protesto contra o Congresso e em seu apoio. O presidente da Câmara usou suas redes sociais para fazer a defesa das reformas.

“Em conversas com investidores em Madri, falei do quanto temos defendido com muita força a agenda de reformas no Parlamento brasileiro. Estou muito confiante no Parlamento, mesmo com toda a crise política, com o novo momento da política nas redes sociais. Existe compreensão que o País precisa dessas reformas. Volto a repetir: a gente precisa reformar o Estado, garantir melhores serviços, principalmente nas áreas essenciais e com leis mais modernas”, escreveu Maia no seu Instagram.

O deputado não fez nenhuma referência ao protesto convocado pelos apoiadores de Bolsonaro e nem ao presidente. Maia, em tom propositivo, preferiu fazer foco na necessidade de se mostrar que o País “está no rumo correto”.

“Outro ponto é que o Brasil precisa garantir segurança jurídica para que o setor privado possa investir. Então, o que cabe ao Parlamento em apoio ao governo: trabalhar, debater, aprovar as propostas para que a gente possa dar uma sinalização forte de que o Brasil está no rumo correto, que o Brasil vai continuar em uma agenda, por um lado organizando as despesas públicas, por outro lado tendo espaço para que o Estado possa cuidar das famílias mais vulneráveis e que o resto, se possível, caberá ao setor privado”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Maiaprotesto contra o Congresso