Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Guedes vai ter que mostrar que é impossível esse furinho no teto’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, reforçou nesta sexta-feira, 6, a defesa do teto de gastos e afirmou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisará garantir que integrantes do governo e parlamentares da base aliada não tentem emplacar “um furinho no teto”. Maia afirmou que há uma parte do governo que “infelizmente não pensa como o ministro da Economia”.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Guedes tem travado atritos públicos com seu desafeto no governo, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, em torno do assunto. Marinho é defensor de políticas pouco austeras e é simpático a uma “flexibilização” do teto. Com maior interlocução e alinhamento com a ala parlamentar do centrão que integra a base do governo no Congresso, o minsitro tem sido alvo de ataques de Guedes.

Na semana passada, o ministro da Economia se referiu a ele como “minsitro gastador” e “fura teto”. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro fez a escolha pelo chefe do Desenvolvimento Regional na briga ao fazer elogios públicos a Marinho no mesmo dia.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaPaulo Guedesteto de gastos