Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: ‘Não é tudo responsabilidade do Parlamento’

Equipe BR Político

Nesta quinta-feira, 30, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o Congresso ao afirmar que os parlamentares não podem ser culpados por todos os problemas do País. Ele também cobrou responsabilidade do Executivo e do Judiciário. Segundo Maia, a tentativa de enfraquecer alguns partidos é, na verdade, um enfraquecimento da própria democracia. “Não é tudo responsabilidade do Parlamento. Não podem transferir todos os problemas e males do Brasil para a Câmara e o Senado”, disse.

Para Maia, o fortalecimento da democracia no País passa pela valorização dos partidos. “A forma pejorativa com que muitas vezes tratam o DEM e outros partidos é uma forma de enfraquecimento da democracia. Criticamos erros de pessoas, os partidos são fundamentais na nossa democracia porque só assim, vamos gerar empregos e crescer”, disse. Nas declarações, Maia não citou diretamente os protestos do último dia 26, segundo o Broadcast Político. Contrário a que o DEM integre formalmente a base de apoio do governo no Congresso, Maia afirmou que ser ou não de um governo não é o importante, mas sim “ser a favor de uma agenda que construa um futuro melhor para a população brasileira”.