Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia: Parlamento precisa funcionar para ‘sociedade não ficar mais assustada’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em áudio enviado nesta manhã de segunda, 16, aos deputados, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu que a Casa mantenha suas atividades para evitar que a sociedade “fique mais assustada ainda” por causa do coronavirus.

Na mensagem, Maia confirma que a ideia é fazer as votações por acordo, sem a presença da maioria dos parlamentares, e priorizando votações que tratem do combate ao coronavirus. “Amigos, amigas. É o seguinte. Claro que a gente não vai fazer sessão com 300 deputados no plenário. A gente só vai para o plenário se tiver acordo para votar matérias relacionadas ao coronavirus. Mas acho que o Parlamento não estar funcionando nesse momento aonde ele é parte da solução, a sociedade vai ficar mais assustada ainda”, diz Maia no áudio.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia Foto: Dida Sampaio/Estadão

“Mas claro que não é para ficar todo mundo no plenário. Cada um pode ficar no seu apartamento, no seu hotel, no seu gabinete. Reduzir o número de assessores no gabinete, no máximo um. Quem puder estar em Brasília ajuda a gente conseguir construir acordo. O governo mandou um projeto do coronavirus. É difícil alguém ficar contra. A gente constrói o acordo antes, fora, pelo Whatsapp, conversando pelo telefone. Em alguns casos, duas pessoas juntas, três conversando. É claro que ninguém vai botar 300 deputados no plenário de forma nenhuma”, disse.

Confira a íntegra do áudio enviado pelo presidente da Câmara aos deputados