Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia pede ‘paz’ para Bolsonaro

Equipe BR Político

Após mais uma troca de alfinetadas entre Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara levantou a bandeira branca da paz e pediu ao menos uma trégua com o presidente da República e seus seguidores. Ao sair do Congresso nesta quarta-feira, 27, Maia disse aos jornalistas: “Faço um apelo ao presidente de que pare, chega”.

“Que o presidente peça para o entorno parar de criticar; pare de criticar. Vamos governar. Eu a Câmara e ele, o País. Chega”, pediu. “É natural que quando se faz uma crítica tenha uma reação, mas vamos parar”, disse, avisando que daqui para frente não vai mais dar trela às provocações de Bolsonaro e seus aliados. “Daqui para frente, eu não respondo mais nenhuma gracinha, nenhuma insinuação nada”, disse. “O que a gente precisa é que ele trabalhe, o Brasil precisa da reforma”, afirmou. “Só vou ter uma pauta com vocês (imprensa) que é a Previdência”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaJair Bolsonaro