Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia pede que equipe econômica volte a ajudar

Equipe BR Político

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez um apelo para que a equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro volte a ajudar na articulação para aprovar a reforma da Previdência. Segundo ele, o momento pede menos intriga, mais política e mais unidade. “Precisamos que a equipe econômica volte a nos ajudar como nos ajudou até a apresentação do relatório, até ali nosso trabalho em conjunto era muito forte. Precisa voltar a ser assim. Como eu disse, o sapo morre pela boca, quero dizer, o peixe”, afirmou. O entranhamento entre Congresso e o Ministério da Economia ficou ainda maior depois de o ministro Paulo Guedes ter usado o termo “máquina de corrupção” para se referir ao Congresso e também ao atraso na liberação de emendas parlamentares.

Na manhã desta quinta-feira, 27, ele se reuniu em sua residência com lideranças da Câmara e o relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB-SP). Maia destacou também que o diálogo sobre a reforma é suprapartidário. “O que a gente não pode é obstruir a votação sem nenhum tipo de motivação até porque nosso diálogo hoje é com todos os governadores e todos os partidos então há um diálogo na reforma que é suprapartidário”, disse ele há pouco.