Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia pede respeito às decisões do Supremo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu respeito às decisões dos Poderes no atual momento em que o Supremo Tribunal Federal se manifestou contra a nomeação de um amigo do presidente para comandar a Polícia Federal. “A democracia é um sistema onde um Poder mostra para o outro quais são os seus limites. Muitas vezes a gente não gosta da decisão do outro. Também é legítimo ter essa liberada, mas precisa saber qual é o limite da nossa liberdade para que não pareça um confronto e a gente precisa respeitar sempre as decisões dos ministros do Supremo, qualquer decisão depois tem direito a recurso”, disse Maia nesta segunda, 4. Com a decisão da Suprema Corte, o presidente Jair Bolsonaro escolheu Rolando Alexandre de Souza, o número 2 do delegado que fora barrado.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta segunda

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em coletiva nesta segunda Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Como você leu aqui em nosso relatório semanal Fique de Olho, o presidente tem direito de nomear o diretor-geral da PF, mas desde que não seja para trabalhar como um delegado de estimação da Presidência. “O Supremo também tem a legitimidade de garantir ou não a posse, como foi no caso do outro nome indicado. Se houver algum problema, cabe a qualquer um questionar. Mas espero que a partir dessa nomeação possamos ter mais tranquilidade nesse tema, principalmente por parte do governo. Porque sempre se precisa de forma correta respeitar a decisão dos outros poderes”, acrescentou o deputado.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaSTFPolícia Federal