Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia ‘preocupado’ com aumento da pobreza

Equipe BR Político

Para quem já foi defensor contumaz da PEC do Teto dos gastos aprovada no governo do ex-presidente Michel Temer, chamando-a de “revolução na forma de se governar“, sua campanha agora para que o texto seja revisto sob o argumento de que levará ao “colapso social”, quando combinado ao baixo crescimento econômico da atualidade, pode confundir. “Estou preocupado com o curto prazo. Estamos caminhando para o aumento do desemprego e o aumento da pobreza”, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao defender medidas de curto prazo para a estimular a economia, nesta tarde de sexta, 17, em encontro do setor da construção, no Rio.

No cálculo do deputado do DEM, a solução é diminuir a presença do Estado na economia. “Qual a solução? Quebrar a regra de ouro? Não, é ter estado mais regulador, menor”, disse. No evento, Maia também criticou os custos de manutenção da Câmara na tentativa de enfileirar uma reforma administrativa após a votação da reforma da Previdência. “Os servidores são da melhor qualidade, mas o salário médio é R$ 30 mil. Não dá. Vamos fazer a reforma administrativa”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo MaiaPEC do Teto