Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia repudia atitude de Coronel Tadeu

Gustavo Zucchi

Mesmo com o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) sentado ao seu lado na mesa diretora da Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), repudiou a atitude do parlamentar de retirar à força uma ilustração que estava exposta na Câmara em uma mostra sobre o Dia da Consciência Negra. Maia pediu democracia e diálogo nas divergências entre os parlamentares e disse que o caso já estava em análise pela mesa diretora da Câmara.

“Não é um dia que marca de forma positiva a nossa Casa. Não agredir um cartaz que pode, inclusive, ser injusto com parte da polícia, mas isso nós deveríamos ter resolvido com diálogo, não com agressão. Nós vivemos em um País democrático e isso deveria ter sido resolvido com diálogo, especialmente na Câmara dos Deputados”, disse Maia.

Mais cedo, Tadeu rasgou um cartaz exposto no corredor entre o plenário e o anexo II da Câmara. Deputados ligados à área de segurança já haviam pedido a retirada da obra, que mostrava um policial militar como responsável pela morte de um jovem negro, que estava caído no chão, e vestia uma camisa com a bandeira do Brasil. O assunto tomou conta da sessão, com deputados de oposição repudiando insistentemente a atitude do deputado paulista.