Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia se solidariza com João Alberto Freitas, assassinado em Porto Alegre

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Enquanto membros e apoiadores do governo tentam passar a mensagem de que “não há racismo no Brasil”, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-AP), se solidarizou com João Alberto Freitas, o homem negro que morreu após ser espancado por seguranças de um supermercado Carrefour em Porto Alegre (RS). Em seu Twitter, Maia, em nome da Casa Legislativa, enviou os sentimentos à família da vítima. “A cultura do ódio e do racismo deve ser combatida na origem, e todo peso da lei deve ser usado para punir quem promove o ódio e o racismo”, afirmou.