Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia sobre Zambelli: ‘Se não houve vazamento, ela tem bola de cristal’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Na opinião do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) recebeu informações antecipadas sobre operações da Polícia Federal contra governadores. “Se não houve (vazamento) ela tem bola de cristal; uma coisa ou outra”, disse nesta quarta-feira, 10, em entrevista à Rádio Gaúcha.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

Em duas ocasiões públicas, a parlamentar “cantou a bola” sobre operações contra chefes do Executivo estadual. Na primeira vez, um dia antes da operação da PF deflagrada contra Wilson Witzel (PSC-RJ), a bolsonarista anunciou em entrevista que viriam operações contra governadores. Como você viu no BRP, ao explicar o primeiro comentário em entrevista à CNN, Zambelli disse que o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), também deveria se preocupar em ser alvo de operação. Hoje, o politico foi alvo de operação da PF.

Maia afirmou que acha natural que o presidente da República receba informações sobre operações da PF que envolva governadores. “Não do conteúdo, mas do que pode acontecer”. E acredita que o Ministério Público e o Poder Judiciário irão investigar o eventual vazamento de informações para a parlamentar.

“Certamente entre o diretor da Polícia Federal, o ministro e o presidente alguém vazou a informação para a deputada. Apenas é um dado ruim, até para o próprio investigado. Tem uma informação que pode até antecipar a pessoa sumir com provas”, disse.