Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maia vai pra cima de Moro: ‘Funcionário de Bolsonaro’

Equipe BR Político

Parece que Rodrigo Maia não está nem um pouco afim da “conversa respeitosa” que Sergio Moro propôs para conversar sobre a tramitação do pacote anticrime do Ministério da Justiça. Pelo contrário, o presidente da Câmara  subiu o tom contra o ministro. Para Maia, Moro não passa de um “funcionário de Jair Bolsonaro” e que se o presidente quiser mudar a tramitação das propostas (fazendo o pacote anticrime caminhar junto da reforma da Previdência) deve ir ele mesmo conversar com o democrata.

“Funcionário do presidente Bolsonaro? Conversa com o presidente Bolsonaro e se o presidente Bolsonaro quiser, conversa comigo. Eu fiz aquilo que acho correto”, afirmou Maia segundo o Estadão. Mais cedo nesta quarta-feira, Moro havia dito que iria conversar “respeitosamente” com o presidente da Câmara para pedir celeridade na proposta do pacote. Maia criou um grupo de deputados que irá analisar as medidas anticrime por 90 dias, ato que na prática “trava” a tramitação. “Não estou irritado, mas acho que ele conhece pouco a política. Ele está confundido as bolas. Ele não é presidente da República. Não foi eleito para isso. Está ficando uma situação ruim para ele”, completou Maia.

Tudo o que sabemos sobre:

sergio moroRodrigo Maiapacote anticrime