Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Maioria recusa aposentadoria parlamentar

Equipe BR Político

De acordo com levantamento feito pelo Estadão, a maioria dos deputados e quase a metade dos senadores escolheram abrir mão do regime de aposentadoria especial a que parlamentares têm direito e que lhes permitiria receber aposentadoria de até R$ 33,7 mil a depender do tempo de contribuição. O mapeamento mostra que 309 deputados (60,7%) e 39 senadores (48%) descartaram ingressar, pelo menos no início da legislatura, no Plano de Seguridade Social dos Congressistas.

Ao abrir mão do plano, o parlamentar fica sujeito às regras do INSS, ou ao regime dos servidores, caso seja funcionário público. Um dos motivos que deixa o INSS mais atraente aos parlamentares é o desconto bem menor nos salários, R$ 621 mensais (11% sobre o teto). Já os que escolheram a aposentadoria especial contribuem com R$ 3.713 por mês (11% sobre o salário de parlamentar).

Tudo o que sabemos sobre:

aposentadoria especialparlamentares