Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mais tempo para investigar Renan

Vera Magalhães

A Polícia Federal pediu ao ministro Edson Fachin, do STF, mais 60 dias de prazo para concluir o inquérito que investiga os senadores Renan Calheiros (AL) e Romero Jucá (RR), ambos do MDB, por suposto recebimento de R$ 5 milhões de propina da Odebrecht a favor da aprovação de uma medida provisória que garantia vantagens à empreiteira.

Renan, que faz campanha para voltar à presidência do Senado pela sexta vez, foi alvo de delação do ex-executivo Claudio Melo Filho. Essa e outras investigações e até ações em que é réu não foram empecilho para que ele fosse um dos poucos remanescentes da velha guarda do MDB a se reeleger em outubro passado. / V.M.

Tudo o que sabemos sobre:

Renan CalheirosinquéritoOdebrecht