Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mal-estar na transição do Itamaraty

Vera Magalhães

A decisão, anunciada pelo futuro chanceler Ernesto Araújo, de deixar o Pacto Global de Migração, causou a primeira controvérsia pública entre as equipes de Michel Temer e Jair Bolsonaro desde o início da transição. O atual titular do Itamaraty, Aloysio Nunes Ferreira, se contrapôs, também pelo Twitter, à decisão anunciada pelo seu sucessor.

“Li com desalento os argumentos que parecem motivar o presidente eleito a querer dissociar-se do Pacto Global sobre Migrações. O Pacto não é incompatível com a realidade brasileira. Somos um país multiétnico, formado por migrantes, de todos os quadrantes”, escreveu, dizendo que o pacto não fere a soberania nacional. Foi imediatamente atacado pelos bolsonaristas nas redes, num sinal de que nem a diplomacia sobrevive à polarização ideológica que se acentuou nestas eleições. / V.M.