Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mandetta lamenta colapso no sistema de saúde que ele previu

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta lamentou nesta quinta, 30, o colapso que se avizinha do sistema de saúde em algumas capitais do País. “Sempre foi uma previsão que torci para não se cumprir, que trabalhei para evitar, mas que infelizmente estamos vivendo. Mais do que nunca: precaução, lavar as mãos, distanciamento, responsabilidade social. Todos em defesa da vida!”, escreveu ele no Twitter.

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta Foto: Dida Sampaio/Estadão

Mandetta alertou sobre o “apagão sanitário” em 20 de março, ao lado do presidente Jair Bolsonaro. “Claramente, em final de abril nosso sistema de saúde entra em colapso. Colapso é quando você tem dinheiro, mas não tem onde entrar (nos hospitais)”, afirmou em coletiva no mês passado. Poucos dias depois, o chefe do Planalto discordou do ex-ministro. “Não acredito. O que estamos fazendo é alongar a curva de infecção”, respondeu Bolsonaro à época.

O colapso sanitário se desponta em São Paulo, o epicentro da pandemia, Rio de Janeiro, Ceará, Pernambuco, Pará e Amazonas. O Ministério Público Federal deu cinco dias para que o Ministério da Saúde dê explicações sobre a alta incidência de subnotificações no País.