Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mandetta recorre à contundência: ‘Só trabalho com ciência’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, tenta a duras penas se desassociar nos últimos dias da toxidade do ambiente político que o cerca. Ontem, com semblante carregado de cansaço, tentou mostrar de que lado está, ainda que lhe custe o cargo, enquanto o Palácio do Planalto dá mostras insistentes de que o seu é outro. “Só trabalho com a academia, só trabalho com a ciência. Existem pessoas que trabalham com critérios políticos, que são importantes também, deixem que eles trabalhem. Não me ofendem em nada. Eu trabalho com foco, disciplina e ciência”, respondeu ao ser questionado sobre as divergências com seu chefe.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta Foto: Dida Sampaio/Estadão

Com a mesma contundência, reforçou ainda que a cloroquina, hasteada precocemente pelo presidente Jair Bolsonaro como a salvadora da atual calamidade, só é recomendada para pacientes graves e que seu uso indevido, especialmente por pacientes com doenças coronárias, pode levar à morte. “Querem trazer sugestão de quem quer que seja? Tragam com ciência, pesquisa referendada pelo Conselho Federal de Medicina, que é quem vê questão de medicamento”, afirmou. “Eu trabalho com critérios técnicos. O resto não analiso.”