Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Manifesto pela democracia une figuras da esquerda à direita

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Movimento Estamos Juntos, que reúne políticos, artistas e outras figuras públicas, publicou nos jornais de maior circulação do País, neste sábado, 30, um manifesto contra o que chamam de “desmandos de qualquer governo”.

Foto: Reprodução

O texto tem o título: “Somos muitos” e destaca a frase: “Vamos juntos sonhar e fazer um Brasil que nos traga de volta a alegria e o orgulho de ser brasileiros”. Há aproximadamente 230 assinaturas. O manifesto pede união de partidos, com seus líderes e candidatos, para um projeto comum de País, deixando de lado projetos individuais, para formar uma frente ampla que responda de forma “madura” e “eficaz” aos “crimes e desmandos de qualquer governo”.

“Como aconteceu no movimento Diretas Já, é hora de deixar de lado velhas disputas em busca do bem comum. Esquerda, centro e direita unidos para defender a lei, a ordem, a política, a ética, as famílias, o voto, a ciência, a verdade, o respeito e a valorização da diversidade, a liberdade de imprensa, a importância da arte, a preservação do meio ambiente e a responsabilidade na economia”.

Assinam o texto, entre outros, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; o ex-ministro Luiz Carlos Bresser Pereira; as atrizes Fernanda Montenegro, Malu Mader e Marieta Severo; os atores Antonio Fagundes, Gregorio Duvivier, Wagner Moura e Marco Nanini; os apresentadores Luciano Huck, Serginho Groissman e Marcelo Tas; escritores José Miguel Wisnick, Paulo Coelho e Maria Adelaide Amaral; o médico Drauzio Varella; os ex-jogadores Raí e Walter Casagrande; os deputados Tabata Amaral, Jean Willys, Luiz Erundina e Marcelo Freixo; o filósofo Renato Janine Ribeiro; os cantores Lobão, João Bosco, Chico César, Zélia Duncan e Tony Belloto.

Tudo o que sabemos sobre:

manifestoEstamos Juntosdeocracia