Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Mara Gabrilli decepcionada com Doria

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Em entrevista à Folha, a senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) expôs sua decepção com o governador João Doria (PSDB-SP) no tocante à retirada de isenção de IPVA em 2021 a portadores de deficiência física. Ela diz que foi desrespeitada pelo colega de partido.

“O dano que ele está causando à vida dessas famílias e à própria imagem dele é muito maior do que aquilo que supostamente será economizado, retirando a isenção desse grupo, sob o pretexto de combater fraudes. Cheguei a falar com o próprio João Doria, com (o vice-governador) Rodrigo Garcia, com o secretário Mauro Ricardo, com a secretária Célia Leão. Cheguei até a fazer um PowerPoint explicativo. Se não é desconhecimento, desculpe, só pode ser crueldade. Definiram que apenas pessoas com deficiência física severa e profunda terão direito imediato à isenção. O governo está cometendo capacitismo, coisa que deveria combater. Ele está dizendo quem pode e quem não pode dirigir. Sem dúvida, a pandemia exige contenção de gastos, mas isso não pode ser feito à custa daqueles que enfrentam o maior número de impedimentos todos os dias para viver.”

A parlamentar também estendeu seu mal-estar ao fato de que Doria não é o único nome da direita para disputar a Presidência em 2022.

“O Doria, por governar São Paulo, é um dos naturalmente cotados. Mas temos outros nomes excelentes. Dentro do PSDB, cito o senador Tasso Jereissati (CE) e o governador Eduardo Leite (RS). Há nomes fora do partido, como o ex-ministro (Luiz Henrique) Mandetta, e fora da política, como o apresentador Luciano Huck. O momento é de muita conversa em torno de uma proposta para salvar o Brasil.”

Tudo o que sabemos sobre:

Mara GabrilliJoão Doria