Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Marcelo Odebrecht acusa Brasken de mentir em acordo

Equipe BR Político

O empresário Marcelo Odebrecht acusa a petroquímica da qual a Odebrecht é sócia, a Braskem, de mentir, omitir e manipular em seus acordos de delação e leniência. O objetivo, segundo ele, é proteger executivos que não queriam aparecer como criminosos.
Ele propõe que a Braskem corrija as informações que prestou nos acordos de acordo com a Folha.

A acusação aparece em uma série de e-mails que o empresário enviou para a Braskem nos últimos dois anos. Marcelo afirmou que a petroquímica errou ao falar em seu acordo de delação que recursos entregues ao PT nas campanhas de 2010 e 2014, no valor total de R$ 150 milhões, eram provenientes de caixa dois. A petroquímica também omitiu o pagamento de propina a dirigentes do MDB para que a empresa conseguisse comprar energia mais barata da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf).